Fonoaudiologia e aprendizagem : Uma dupla nota 10

Fonoaudiologia e aprendizagem : Uma dupla nota 10

Dislexia: Transtorno Específico de leitura.

É um distúrbio com influências genéticas e neurobiológicas do funcionamento do cérebro para o processamento linguístico relacionado a leitura.

Dificuldade na decodificação, ou seja, em associar “símbolo gráfico” ao som que ele representa.

*** Importante esclarecer que a dislexia não está relacionada a falta de inteligência, dificuldades visuais ou auditivas, síndromes, distúrbios neurológicos ou dificuldades socioeconômicas.

Características:

• Desempenho inferior ao esperado para idade e nível escolar;
• Dificuldades na alfabetização;
• Leitura lenta , Entrecortada;
• Dificuldades na leitura de palavras longas e pouco conhecida;
• Adivinhação de palavras;
• Uso do contexto para entender o que foi lido;
• Lentidão na execução de tarefas escolares;
• Dificuldades com rima;
• Dificuldades na memória a curto prazo;
• Dificuldades em decorar sequências;

Diagnóstico: Realizado de forma multidisciplinar com avaliações de fonoaudiólogos, médicos e neuropsicólogos.

Importância do diagnóstico precoce:

- O cérebro humano é muito mais plástico em crianças pequenas e potenciavelmente mais maleável para um direcionamento dos circuitos neurais.

- Auxilia na prevenção do atraso escolar.

- Favorece a manutenção da autoestima da criança. A criança que vivência o fracasso escolar e a dificuldade de aprendizagem pode perder o interesse em aprender e alimentar sentimentos negativos.

Como a fonoaudiologia pode ajudar nesses casos?

O tratamento tem como objetivo estimular as habilidades de linguagem oral e escrita com atividades que estimulem a atenção, percepção, memória, compreensão, processamento auditivo, narrativa e consciência fonológica * .

* Consciência Fonológica – Consciência dos sons que compõem as palavras que ouvimos e falamos. Capacidade de segmentar a fala em estruturas menores e realizar manipulações com esses segmentos.